Publicado por: unknown | agosto 1, 2012

São Paulo – Tubaína

Nome do recinto – Tubaína

Endereço – R. Haddock Lobo, 74 / Consolação

link

CRÍTICA – por Cleide

Gente, agradeço cada emailzinho fofo que eu recebi pedindo novos posts. Eu sei, ando sumida, mas gatos, verão Europeu com Euro e Olimpíadas não dá para perder né? Mas tudo bem, não se aflijam. Primeiro preciso confessar: Londres está um pandemônio, parece que as ruas estão em liquidação de tanta gente (Pandemônio = Jogos Panamericanos / Olimpíadas = ?). Ai, essa Europa está me deixando infame. Ainda bem que antes de sair daí eu fiz uma reuniãozinha de au revoir para os mais próximos num charminho de bar que não deixa ninguém ficar de ressaca. Claro, era para eu ter postado essa coxinha de feijão há semanas, mas sério gente, tem muito nadador, jogador de pólo aquático e fundistas gatésimos me atrapalhando.

Crosta

Olha, acho que é o clima sabe, mas essa crosta rústica, meio home made me encanta. De certa forma parece com outra coisa que não me encanta: os homens de hoje. Todos de barba por fazer, camisa de lenhador, mas tudo passando creme hidratante, produto de cabelo, anti-aging, essas coisas de menina. Da coxinha você espera algo bruto e é surpreendido com crocância que desmancha na boca. Do homem você espera pegada, não inveja do cabelo dele.

Massa

Hmmmm, rica. Que coisa gostosa. Cremosidade de culinária interiorana com after taste de tutu à mineira. Não dá para achar bege né people?

Recheio

Na imensa maioria das vezes eu concordo com os puristas: coxinha é de frango; o resto que dê outro nome. Mas, cada vez que eu não tenho que falar como frango ralado parece luzes de blondor confesso que tenho uma alegria interna. E já que estou praticamente no confessionário da abadia de Westminster, aqui vai mais um: quando me falaram de coxinha de feijão achei que ia aparecer aquele caldo com louro. Magina bi, feijão grosso com linguiça, bacon, uma feijoada completa dentro da nossa iguaria favorita.

Tempero

Esperava uma habanero ralada, mas olha, tempero levinho que parecia que estava em restaurante de gente obesa. Que vocês sabem né, modelos comem uma dúzia de coxas cremes e continuam magras, lindas e com a pele perfeita. Esse negócio de comida sem sal, sem gordura e sem molho é para quem está nos três dígitos da balança. Pode tirar o escorpião do armário de tempero chef fofo.

Avaliação geral – 7,0

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

Categorias

%d blogueiros gostam disto: